Mauro Wainstock MW Comunicação

Entrevista concedida pelo CEO da MW Comunicação, Mauro Wainstock, ao PME NEWS - Tema: "Marketing"

PME NEWS – Como se avalia a marca de uma empresa?

Mauro Wainstock

A forma mais fidedigna de se avaliar a imagem de uma empresa é através de uma profunda análise do sentimento que ela estimula nos clientes. Quanto maior for a paixão, o relacionamento e a fidelidade deles pela marca, mais acertado terá sido o conceito institucional. Neste sentido, o marketing precisa ir muito além da venda: deve mobilizar, sensibilizar e envolver cada um dos clientes de uma forma incontestável. O desafio está em “individualizar” a comunicação de massa. Isto se constrói exclusivamente a longo prazo, com campanhas consistentes que se destaquem pela criatividade, mas também se caracterizem pela coerência, pela constância e uniformidade. Por outro lado, o produto/serviço oferecido deve, no mínimo, corresponder às expectativas, inovar de maneira contínua e surpreender positivamente sempre que possível. Isto sem esquecer o pós-venda, fundamental neste processo, e um primoroso serviço de atendimento ao cliente – um dos motivos mais relevantes para a perda da clientela. A soma destes fatores é imprescindível para a consolidação de uma marca admirada que, consequentemente, com o passar dos anos, resultará na tão almejada e crescente lucratividade.

PME NEWS – Qual o impacto do Marco Civil da Internet no marketing digital?

Mauro Wainstock

O Marco Civil da Internet buscou regulamentar a então “terra de todos e de ninguém”. Entre as características principais do projeto foram preservados direitos individuais, como a imprescindível liberdade de expressão e a indispensável privacidade do usuário. Quando abordamos o marketing digital, precisamos diferenciar as campanhas que seguem os parâmetros do bom senso das que, na ânsia de transmitir uma informação, comercializar um produto ou vender uma ideologia, acabam por provocar repulsa. Neste particular, temos o exemplo do marketing que incentiva o consumo das drogas, das campanhas de disseminação do preconceito e aquelas que buscam polemizar pela agressão pessoal. Portanto ampliar o debate e criar ferramentas legais é mais do que um desejo, é uma necessidade premente para a sensata evolução do inovador, barato e eficiente marketing virtual.

PME NEWS – O pequeno empresário ainda usa o marketing como apoio de “papelaria” (folders impressos, cartões de visitas, ...). Como o Marketing, seja ele tradicional ou digital, pode vir a impulsionar o negócio das pequenas empresas?

Mauro Wainstock

Acreditar que apenas os meios tradicionais são suficientes para concorrer em um mercado empresarial globalizado e altamente competitivo serve apenas de ilusão para aqueles que esperam pacientemente pela falência. Assim como o marketing está se reinventando com o advento da Internet, os pequenos empresários também precisam ser originais e produtivos. A era digital propicia rapidez no lançamento da campanha, apuração imediata e realista dos resultados e investimentos significativamente inferiores comparativamente às ferramentas até então utilizadas. São inovações que fazem uma diferença impressionante no quesito eficiência na comunicação. Mas este novo ambiente não é restrito ao avanço tecnológico. O chamado “marketing de conteúdo” leva para um cliente segmentado um serviço útil, uma informação pertinente, uma promoção interessante que, pelo relacionamento gerado, propicia uma aproximação do cliente com a marca e, posteriormente, o início de uma parceria. Em paralelo, o marketing também continuará apresentando características históricas. Um dos exemplos é a indústria de eventos, que se expande a cada ano. No caso do pequeno empresário, palestras e debates servem tanto para incrementar a base de clientes como para fidelizar os já existentes, além de criar network extremamente benéfico para os participantes. Enfim, a busca pela atualização e as iniciativas decorrentes deste permanente estudo são imprescindíveis para solidificar e ampliar os resultados empresariais.

PME NEWS – O sucesso da execução de um Plano de Negócios para as pequenas empresas está associado ao Plano de Marketing a ser definido?

Mauro Wainstock

Precisamos conscientizar-nos de que cada um dos departamentos de uma empresa é igual e diretamente responsável pelo sucesso dela. É como em uma fábrica de carros, por exemplo, em que colocar o volante no automóvel da maneira correta e segura é tão importante como o pneu. Em se tratando do marketing, ele será tão imprescindível quanto qualquer outra área; afinal, do que adianta ter uma estratégia de marketing sem ter dinheiro para financiá-la ou não possuir um serviço específico para prestar atendimento ao cliente? E o que dizer da qualidade do produto, fundamental para construir e manter a credibilidade da empresa? Cada um dos envolvidos no processo possui tarefas diferenciadas e obrigações próprias, mas estão relacionados quando o objetivo é conquistar e trabalhar para a satisfação completa do cliente. Além disso, qualquer plano de negócio engloba aspectos amplos do projeto mercadológico, na medida em que o conceito, os valores, a filosofia e a ética empresarial devem estar sempre contempladas.

PME NEWS – Com o marketing agressivo das mídias sociais, faz sentido ainda uma empresa ter um site ou até mesmo um portfólio?

Mauro Wainstock

São iniciativas complementares. Um site é o cartão de visitas da empresa de maneira globalizada. Pode ser institucional ou utilizado também para a comercialização. Já as redes sociais devem ser usadas preferencialmente para uma promoção, para a postagem de notícias, para o anúncio de alguma novidade, enfim, é particularmente eficiente para estreitar o relacionamento com a base de clientes, de forma ágil e barata. No que tange ao portfólio impresso, ele será necessário quando houver algum encontro pessoal, seja por uma questão de praticidade, seja para agradar àqueles acostumados a uma apresentação mais tradicional ou menos tecnológica, já que muitos clientes podem não ter o costume ou mesmo serem avessos às ferramentas virtuais – e é imprescindível utilizar a mesma “linguagem” dele. O importante é que a uniformidade do “layout” seja padronizada e, no caso dos meios digitais, haja uma atualização frequente, com conteúdo relevante.

veja também