Anderson Campos ASCS Contadores Associados

Entrevista concedida pelo CEO da ASCS Contadores Associados, Anderson Campos, ao PME NEWS, edição de Fevereiro de 2020 - Tema: "BPO, um novo conceito de terceirização".

 

PME NEWS - O que é o BPO e quais as suas vantagens?

Anderson Campos

A sigla BPO é a abreviação do termo em inglês “Business Process Outsourcing”, que resumidamente significa terceirizar um ou mais processos do negócio empresarial. O BPO é empregado às áreas de atividades técnicas de gestão das informações ou estratégicas.

As vantagens nos serviços de BPO estão diretamente ligadas a essa gestão da informação, um departamento financeiro, controladoria e/ou contabilidade com especialistas pode custar um valor superior ao orçamento que algumas empresas podem suportar na sua operação. O serviço de BPO proporciona, assim, redução de custos e mais qualidade à gestão da informação e processos.

 

PME NEWS - Quais os riscos do seu uso?

Anderson Campos

A grande preocupação nesse sentido são os profissionais que estarão dedicados ao processo da terceirização, o perfil da empresa que será contratada e principalmente das interfaces na gestão dos processos, uma correta implementação na metodologia operacional, assim como as questões operacionais de sistema devem ser bem desenvolvidas com projeto bem desenhado para reduzirmos os riscos de rupturas no processo de gestão.

 

PME NEWS - O BPO é restrito a terceirização da gestão financeira/contábil ou atende qualquer área?

Anderson Campos

De forma geral, o BPO pode atender outras áreas, podemos citar um departamento do marketing, departamento de compras, ou outros que podemos mensurar produtividade, a eficiência de um serviço de terceirização pode ser medida na forma de melhoria de processos e redução de custos.

 

PME NEWS - Com relação ao público alvo, o BPO atende empresas de todos os portes? E quanto ao tipo de negócio, atende todos os perfis de empresas?

Anderson Campos

A contratação de uma empresa especializada em BPO pode atender às empresas de todos os tamanhos, nas micros e pequenas empresas, os serviços mais comuns são nas áreas de contabilidade e departamento pessoal, hoje já percebemos que alguns empreendedores estão percebendo a necessidade da ferramenta do orçamento e do fluxo de caixa para sua gestão, assim, as contratações para atividades de controladoria estão aumentando com o passar dos anos. Essa atividade de gestão de controladoria é capaz de agregar as médias e grandes empresas, a profissionalização que na grande maioria das empresas com origens familiares é tão essencial; um executivo com conhecimentos nas áreas de controladoria e contabilidade é capaz de agregar aos empresários uma visão de gestão de recursos e principalmente de grau de alavancagem financeira (endividamento) sadia, que são capazes de tornar a necessidade de capital de giro da companhia, algo que o nível de atividade empresarial possa suportar. Não existe uma área de negócio que não seja possível empregar um nível de gestão do BPO capaz de otimizar a atividade de uma empresa, sejam elas de serviços, indústrias, comércio, etc.

 

PME NEWS - Qual a diferença de uma empresa contratar um BPO e uma empresa de terceirização de mão de obra (bodyshop)?

Anderson Campos

As empresas de terceirização de mão de obra (bodyshop) prestam serviços de disponibilização da mão de obra. Esse serviço geralmente é empregado nas áreas operacionais que não envolvem questões técnicas, ou seja, a gestão continua com a empresa contratante utilizando somente os recursos de pessoa da contratada, no caso do BPO o serviço tem como principal finalidade a otimização das atividades técnicas e de gestão das informações ou áreas capazes de medir a eficiência e produtividade operacional visando sempre melhorar o desempenho empresarial.

 

PME NEWS - Qual o impacto da reforma trabalhista no modelo de serviços BPO?

Anderson Campos

Esse é um tema muito importante, pois a reforma trabalhista permitiu que os empreendedores utilizassem o outsourcing nas áreas afins do negócio, ou seja, uma indústria pode contratar esse serviço para determinado departamento que esteja na sua cadeia produtiva. Isso acontece também em outras áreas, como, por exemplo, empresas varejistas e de serviço.

 

PME NEWS - Que dica você dá ao mercado, seja para empresas que pretendem terceirizar determinada setor, assim como empresas que prestam serviços de terceirização?

Anderson Campos

A principal dica às empresas que pretendem contratar esse serviço é conhecer o prestador do serviço, entender qual especialidade essa empresa pode oferecer um know-how diferente daquele já existente dentro da sua operação, fazer a viabilidade econômica também é essencial e medir a diferença nos custos desse serviço, entender em quais áreas a empresa pode agregar algum valor para que o contratante do serviço dedique-se ao negócio que a empresa é capaz de transformar em valores.

As empresas de prestação de serviço precisam praticar a imersão empresarial, conhecer não só a área que será desenvolvida, mas o negócio em geral, utilizar do benchmarking para oferecer melhores soluções ao seu contratante e, por final, ser assertivo nas suas análises.

veja também