Postado por: Sidney Cohen

Novas áreas, novo rumo



Sidney Cohen
Palestrante.
CEO da
Bit Partner Consultoria Empresarial.
CEO do
PME NEWS.

A sua empresa é do mesmo ramo de atividade desde que surgiu, ou mudou o rumo e para melhor?

Repare que em momentos de pandemia muitas empresas estão mudando de ramo e até o seu modelo de negócios, algumas para sobreviver e outras estrategicamente para crescer.

Seguindo a estratégia de crescimento, três ações são aplicadas pelo mercado.

Uma delas é a aliança com empresas parceiras, que sem dúvidas é a mais praticada entre as pequenas empresas, principalmente diante deste cenário. Um segmento bastante afetado foi o de moda e a parceria vem ajudando algumas empresas deste setor. Um bom exemplo é de uma confecção de Salvador que atendia um público-alvo específico, o de moda feminina e fechou parceria com uma loja que atende um público mais jovem, o de adolescentes. Essa por sua vez, que vendia apenas de forma presencial, passou a vender também on-line. O negócio vem dando resultado e pensam até em formar uma sociedade.

Outra ação de estratégia de crescimento e que é mais voltada à mudança radical de área de atuação, envolve o de lançamento de novos produtos e serviços.

E a empresa que simboliza isso bem é a 3M. Aliás, você sabe por que se chama 3M?  Vem de Mineradora e Manufatura de Minnesota. Ela nasceu em 1902, para atender a área de mineração, como já sugere o nome. Em 1925 lançou a fita de mascaramento, produto pioneiro que permitiu o desenvolvimento de outras fitas aderentes e sensíveis a pressão.  Dai em diante não parou de inovar e ampliar o portfólio, um dos produtos mais famosos é o Post-it, é esse mesmo que você está pensando, o bloquinho de recados. Perceba como a 3M ampliou o seu portfólio, hoje possui mais de 60 mil produtos e está presente em mais de 200 países com atuação em diversas áreas: da mineração, indústria, saúde, até produtos para o consumidor-final.

Tudo bem que estou citando aqui um exemplo de uma empresa grande, mas ele serve para o mercado pensar que é possível crescer para demais áreas, principalmente se usar a inovação.

E a própria 3M é um ótimo exemplo, ela pratica a cultura da inovação e muitos produtos surgiram dela. Um dos modelos chama-se “programa 15%”. E possibilita qualquer colaborador gastar 15% do seu tempo para trabalhar em algum projeto que queira desenvolver sozinho ou em parceria com um colega. Dessa maneira, a inovação e a colaboração encontram mais espaço para crescer.

Assim como a 3M, outras empresas também pensam em atuar em outras áreas para crescer. É o caso da Nubank que quer ingressar na área de seguros para automóveis. A startup financeira, especializada em cartão de crédito, enviou uma pesquisa recente aos seus clientes, sugerindo um seguro com uma taxa variável mensal. Ou seja, o valor mudaria de acordo com o quilometro rodado no carro.  O resultado da pesquisa ainda não foi divulgado. E por isso, ainda está em fase embrionária.

Outro exemplo da ação de crescimento para demais áreas seria em adquirir empresas fortes em seus segmentos.

E a Magazine Luiza faz isso e muito bem. Em 1957 nasceu como uma loja de presentes e hoje é a maior rede de varejo do Brasil. Conhecida como a “Amazon Brasileira” ampliou a área de atuação, com o comércio eletrônico e com as aquisições de algumas empresas, a exemplo da Netshoes, Época Cosméticos e Estante Virtual. E se consolida como o maior e-commerce do país.

Repare que nos exemplos citados, algumas empresas expandiram seus negócios para áreas totalmente diferentes da atividade inicial, já outras cresceram com a aquisição de novas empresas. Hoje diante da pandemia, muitas empresas estão quebrando, sejam elas de pequeno e de grande porte. Porém, muitas que estão conseguindo sobreviver, ou até mesmo crescer, precisaram mudar de área de atuação rapidamente. E neste caso envolvendo mudanças, por possuírem menor estrutura e menos processos, as pequenas empresas podem obter mais sucesso, por conseguirem se adaptar de forma mais eficiente e ágil.

E a sua empresa, já mudou de área?


TAGS : artigo , blog , pme news , Sidney Cohen , gestão , negócios , inovação , ecommerce